A Disney Reencontra Darwin

A evolução darwinista é um fato largamente aceito pela maioria dos biólogos. Mas não pense que somente os seres vivos se modificam ao longo de várias gerações, na verdade, quase tudo que existe ao nosso redor passou por períodos de evolução tecnológica. Um caso divertido desta evolução é a que ocorre nos desenhos animados. As modificações das características fisicas relacionadas às formas e contornos das personagens é um exemplo clássico, nela é possível acompanhar a modificação dos movimentos, enredos e cenários explorados a cada nova versão ou série.  A criação de animações exige do artista conhecimentos sobre algumas leis físicas de gravidade e atrito, no entanto, alguns momentos estas são omitidos intencionalmente para criar situações inusitadas e extrovertidas.

“Disney Meet Darwin” é uma animação desenvolvida por Jeffrey Ventrella, um artista gráfico, programador e estudioso da evolução darwinista. Nela se pretende mostrar um pouco desta evolução de maneira diferente e autônoma. Como assim? Calma nós explicamos. É como se o desenho evoluísse por si. Através de uma seleção darwinista seu movimento e formas  sofrem modificações num tipo de realidade que obedece às leis físicas. Física aliada a evolução biológica.

Como funciona o jogo?

São mostradas várias personagens que estão ainda aprendendo a andar. O desafio é que permaneçam em pé e consigam se mover equilibradamente sem cair, no entanto, para isto, caberá a você selecionar os mais “aptos”, isto é, aqueles que cumpram as características desejadas como equilíbrio e coordenação motora. Haverá um tempo de seleção para que ocorra a geração seguinte. Para cada geração serão mostradas proles diferentes que apresentem as características dos indivíduos da geração anterior selecionados com leves alterações surgidas ao acaso, as mutações. Para selecionar os indivíduos, basta clicar na barra lateral direita, daqueles que apresentem as características desejadas. Quanto maior o número de cliques maior será sua  herança para a geração seguinte. Após a seleção basta esperar para que inicie uma nova geração. Observação: as alterações são sutis e envolvem principalmente o controle motor e locomoção. São necessárias algumas gerações para que você perceba que realmente as criaturas conseguem se locomover pelo ambiente com mais facilidade do que inicialmente. Caso deixe de selecioná-las perceberá que as características dos menos aptos serão misturadas com toda população e, isto talvez, os retornem para a condição inicial.

Crédito à imagem: Ventrella.com

Para saber mais acesse:

Ventrella Website

Participe da nossa Comunidade e ajude a divulgar o site:

Posted on 16 de Fevereiro de 2010, in Sites, Animações e Filmes and tagged , , . Bookmark the permalink. 1 Comentário.

  1. Olá,
    muito bom mesmo. Vou usar com meus alunos.
    Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: